03 setembro, 2009

Copa Café, caffé ma non troppo!

Algo que me irrita em nossa cultura é a mania que temos de distorcer convenções tradicionais. Alguns exemplos típicos disso, é que por aqui, pós-graduação vira sinônimo de MBA e bistrô acaba sendo mais caro que o correlato restaurante francês. O mesmo acontece em alguns lugares que cismam em adotar o sobrenome "café", porém não têm nada que lembre ou remeta aos tradicionalíssimos cafés que deram origem a esta simpática denominação.. pior, ainda se prestam a servir um café espresso P-É-S-S-I-M-O!!!

É o caso do Copa Café do BarraShopping/RJ. Este pseudo café já começa errado pelo prato o qual é reconhecido, o hambúrguer?!?!?!

A casa usa máquina de 2 grupos, moinho padrão e trabalha com os excelentes grãos SPRESS mas os maltrata do início ao fim, ou melhor, do grão à xícara. E ainda cobra caros R$ 3,00+10% por um café frio, sem aroma e sabor!

Apesar da bela foto, não se deixe enganar, até o financier que acompanhava o espresso parecia mais um profiteroles de tão frio que estava.

Aliás, soube lendo o jornal JB, que dia 10/09 agora, vai fechar as portas depois de parcos 10 meses de inaugurado! Aí me pergunto, por que será hem? Será porque o café não agradou? ;o)

Um comentário:

Gourmandise disse...

Lembrei de você ao ler esta reportagem. Será que é melhor?

http://portalexame.abril.com.br/revista/exame/edicoes/0951/marketing/faca-melhor-eu-496069.html

bjo,
Nina.