03 junho, 2010

Plano de expansão do Starbucks Brasil

Lendo o “Search Words” do Google analytics do blog, já me deparei com pesquisas do tipo “starbucks estudo de caso” e recentemente “starbucks porto alegre”. Pois bem, a este pessoal gostaria de lembrar que o responsável que esta por trás de Starbucks Brasil é a mesma pessoa da rede de restaurantes Outback e também foi quem trouxe McDonalds para o Brasil em 1979. Isto mesmo no singular, pois estamos falando do mesmo responsável pela chegada de Starbucks, Outback e McDonalds – o Sr. Peter Rodenbeck. Isto significa que o plano de expansão é lento porém a passos firmes. Exatamente como foi com McDonalds e como é com Outback. Isto se deve a complexidade de operação, implementação e aos elevados níveis de investimento que são necessários. E ao fato de que bons operadores não dão em árvores. Isto apesar do inúmero interesse em abrir uma loja destas atrai. Portanto, possivelmente se sua cidade possui um restaurante da rede Outback será mais viável ter um Starbucks dentro de alguns anos do que a cidade que não tenha nenhum. No mesmo raciocínio, mais Outback, mais provável ainda!

Um comentário:

Gourmandise disse...

rsrs...agora descobri porque nunca gostei de Outback. Outro dia li uma coisa super preconceintuosa, mas engraçada no twitter: "quem acha que Outback é australiano é burro, quem acha que é chique, é pobre".

Adorei a ideia de uma café estilo japonês em São paulo (Kissa Café). No mínimo pitoresco. Vou ficar de olho na data de lançamento.

bjo,
Nina.